Moagem

Extração de cana-de-açúcar no Centro-Sul cresceu 27,1% na 2° quinzena de maio

O Centro-Sul do Brasil processou 43,69 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na segunda quinzena de maio

Published

on

Reprodução: Internet

O Centro-Sul do Brasil processou 43,69 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na segunda quinzena de maio – um aumento de 0,04% no volume em relação ao mesmo período do ano passado (43,67 milhões de toneladas) e um aumento de 27,1% e há dois meses (34,37 milhões toneladas). Os detalhes foram divulgados na manhã desta sexta-feira pelo Sindicato da Indústria de Cana-de-Açúcar (ÚNICA)

A produção de açúcar nos últimos 15 dias de maio foi de 2,31 milhões de toneladas, uma queda de 12,74% em relação ao mesmo período de 2021. Já a produção de etanol aumentou para 2,03 bilhões de litros (aumento de 0,51% em relação ao divulgado na segunda quinzena de maio do ano passado).

Etanol

Segundo o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, no relatório, as unidades produtivas continuam priorizando a produção de etanol. “Até o momento, 855 mil toneladas de açúcar deixaram de ser fabricadas devido mudança no mix de produção, resultando em um maior direcionamento da matéria-prima para a produção de biocombustível”, relatou.

Os níveis de cana, medidos pelo Índice de Açúcar Total Recuperável (ATR), caíram 6,58% em relação à segunda quinzena de maio de 2022 e ao mesmo período do ano passado, para 128,64 kg/t.

A UNICA informou, por meio do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), que 74,8 toneladas por hectare foram colhidas em maio de 2022, equivalente à safra agrícola atual de 2021/22. O mix de produção nesses dois dias foi de 56,84% da produção de etanol ante 53,78% no mesmo período da safra anterior.

 

Fonte: Agroplus.tv

COMENTE ABAIXO:
Advertisement